Sala Vip

Exóticas pedras brasileiras denotam luxo no conceito contemporâneo sem marcações de layout concebido por Guilherme Torres.

No projeto do festejado arquiteto, GUILHERME TORRES as paredes foram revestidas com exóticas pedras brasileiras em tons de âmbar, verde e vermelho – padrões Roma Imperiale, Verde Alpi e Rosso Levanto, respectivamente, da Gramarcal – trazendo luxo ao conceito inspirado no “less is more” (menos é mais) do arquiteto alemão, Mies van der Rohe, que explorava materiais extravagantes em efeitos geométricos puristas. “Com paredes brancas, piso de carvalho e luz difusa, imaginamos um espaço contemporâneo sem marcações de layout”, explica o arquiteto que propõe uma ruptura com os conservadorismos locais ao explorar ideias mais provocativas. Batizado de “sala VIP”, ou como Torres prefere “Sala do Editor” – em referência ao lifestyle dos grandes articulares da imprensa deluxe, já que o prédio desta edição da Casa Cor antigamente abrigava a sede de um importante grupo jornalístico – a área de 70m2 apresenta conceitos desprendidos entre arquitetura e interiores, assim como visto nas nervuras sangradas dos mármores que sugerem dramaticidade à moda do escritor, Truman Capote, e da diva do estilo, Diana Vreeland.

Previous Next